Só os anos passam

A questão do envelhecimento pode ser abordada de duas maneiras: antes de o homem ficar velho (forma pró-ativa) ou depois que já ficou velho (forma passiva). A medicina é quase toda voltada para a forma passiva, ou seja, para o tratamento das doenças crônicas, degenerativas e suas complicações. Pouca atenção é dada no atendimento pró-ativo, o que seria capaz de promover um envelhecimento com saúde.

- A forma passiva é aquela estamos cansados de ver: dá-se assistência, cobertura e condições para que os idosos possam suportar com conforto os problemas e complicações causadas pelas doenças próprias da terceira idade. A forma passiva trata os problemas depois que eles já se instalaram. O paciente percebe um problema, procura o seu médico, faz os exames e toma os seus remédios. Os médicos administram a doença e os medicamentos combatem as causas e as consequências das doenças. Eventualmente um pessoa para cuidar do idoso representa um conforto a mais, bem como um asilo ou casa de repouso. Essa abordagem promove pouquíssimo benefício na qualidade de vida do idoso.

- A forma pró-ativa atua na fase em que ainda não existem doenças a serem tratadas, atua antes de o homem ficar doente. No envelhecimento pró-ativo a dieta, os exercicios físicos e os exames clínicos/laboratoriais (com otimização hormonal quando necessária) são introduzidos antes do início da terceira idade, fazendo com que os homens estejam em plena capacidade física e mental ao atingirem os 65 anos de idade. No envelhecimento pró-ativo acompanhamos as alterações da idade antes que as doenças apareçam, antes que os homens fiquem doentes; essas alterações são monitoradas de perto e tem seu curso rapidamente corrigido evitando a evolução desfavorável. É muito mais fácil evitar uma diabetes ou uma hipertensão arterial num adulto jovem do que tratar um idoso vítima de um acidente vascular cerebral, com insuficiência renal ou tendo sofrid o infarto agudo do miocárdio. É muito mais fácil controlar o sobrepeso de um adulto do que tratar a síndrome metabólica de um idoso. É muito mais produtivo recomendar uma bicicleta ergométrica do que uma cadeira de rodas; uma corrida na esteira do que uma fisioterapia respiratória; uma salada bem temperada do que uma sopa de hospital. É muito melhor ter a companhia da esposa ou da namorada do que da enfermeira de plantão.

Receba o link do livro "Envelhecimento Saudável" e nosso informativo periódico preenchendo o cadastro abaixo :

Nome:

E-mail:

Deixe o seu telefone apenas se desejar ser contactado pelo médico.
Tel:   

Idade:

Cidade:

Estado:

Comentário / Pergunta